segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Pratique o "filtro" e ganhe mais pique, tempo e foco

Informações, descobertas e sensações nos são oferecidas aleatoriamente, em um turbilhão de meios, que se você não estiver preparado para a "filtragem" é quase certo que seu destino acabe por se enrolar nas formas em que lhe são oferecidas e, pior ainda, investindo seu bem mais precioso em busca de ... sabe-se lá o que era mesmo que eu estava a fazer????

Certa vez, gerenciava o atendimento ao cliente de uma conhecida empresa brasileira de informação, isso lá pelos idos de 1996, quando a Internet ainda era um bicho de sete cabeças (hoje deve ter centenas...rssss... mas já sabe-se que faz parte, portanto avante!) e enfrentava o dilema estratégico entre ser uma opção ou vamos aguardar para ver no que vai dar, e o email era uma forma ainda pouco usada como troca de mensagens. 

Mas não ali, aonde a média diária de emails atingia sem esforço algum algo entre 100 a 150 mensagens... por dia!!!!!

Imagine a cena:
Em pleno dia a dia, com o dever de gerenciar cerca de 60 pessoas em faixa etária de 20 e poucos anos para atender a mais de cinco mil pessoas espalhadas por esse brasilzão; participar de reuniões com outros departamentos; atender as expectativas e necessidades dos clientes externos e motivar para a ação positiva a equipe toda a realizar seu melhor; gerir as interfaces dos clientes internos para solucionar suas angústias profissionais (e muitas vezes pessoais); atender aos telefonemas; comunicar-se por meio do rádio móvel com os supervisores e as pessoas da equipe e ainda encontrar tempo de ler os jornais (no mínimo dois); realizar o planejado; comparar com o previsto; dar um rolê na incrível Internet e... responder aos emails!
E detalhe... isso há cerca de 12 anos atrás...

No início estranhei, mas em apenas 20 dias já estava também envolvido nesse turbilhão de informação e colaborava com as caixas eletrônicas em sua louca expansão de mensagens não lidas e desesperadamente aguardando seu retorno.
Isso foi bem administrado até que lá pelo sexto mês, num final de dia, deu aquele famoso "pau" no micro (era quase a fase do Pentium) e... voaram pelo buraco negro virtual todos os emails e muito mais!!!!

Parei . . .
Pensei . . .
Repensei . . .
E fui pra casa, curtir a família e os filhos (que já brincavam com o computador sem temor algum.. hehe).
No dia seguinte, após ação técnica, recomeçava a correria e... claro! lá vem as centenas de emails e websites prá conhecer e...

Ops!
Foi aí que comecei a aplicar a técnica do "filtre-se ou desfoque-se" e para ser bem sincero, que bela atitude e salto de qualidade de vida passei a experimentar.

Claro que o pique continuou o mesmo, mas agora com uma tremenda vantagem: o bem mais precioso que temos - o Tempo - passou a ser aliado e não algoz.

E o "filtro" passou a ser um colaborador e mais ainda, um Facilitador, tanto que os avanços nos relacionamentos hierárquicos foram sentidos por todos.


Nosso mundo moderno está excepcionalmente e exponencialmente expandido, por isso, atenção!!
Muita atenção, para não se deixar enlouquecer com o turbilhão frenético. 
crie o hábito saudável de explorá-lo a seu favor.
Assim, vai uma sincera sugestão a você, internauta como eu e bilhões de humanos:


Pratique o "filtro", principalmente em suas ações e reações pessoais!!

Mas, por favor, não confunda isso a ser e estar alienado, desmotivado, muito menos ignorar, desligar... e sim com a correta aplicação do fator Tempo e Foco.

PS: Se gostou, compartilhe com familiares, amigos e nas redes sociais. Se tiver dúvidas ou queira compartilhar suas sensações, deixe seu comentário e conversamos. Syn! Vibro que aprecie muito!

curta.contate.siga.vamos.juntos
     

Um comentário:

  1. Caro Rico
    Realmente queremos abraçar o mundo e não fazemos nada de util para o nosso crescimento, Filtrar com o pensamento no nosso foco de vida, sair do marasmo e evoluir.
    Parabens
    Abel Santos

    ResponderExcluir