sábado, 14 de julho de 2012

6 e 1 = 7 Goleada do Ser Universal para a sinergia com o Ser Individualizado _ homenagem a Osho

Na jornada que realizamos nessa tridimensão que nos é presenteada pelo Ser Universal, recebemos como principal símbolo dessa presença o Corpo Biológico (em duas fantásticas e super sinergéticas formas, o macho e a fêmea).

Os outros Corpos, que também nos pertencem e que vamos descobrindo com o passar do Tempo (outro símbolo importante e aqui necessário, ainda que relativo) não são limitados a esta tridimensão.

Estes, chamados Corpos Sutis (Etérico, Astral, Mental Inferior, Mental Superior, Búdico e Átmico) extrapolam os limites dos sentidos e invadem outras quânticas dimensões.

O elo que os une _ Corpo Biológico e Corpos Sutis _ é a Centelha Vital Divina, sendo o gerador da fluidez que nos mantém capacitados a dinamicamente mesclar Universo e Indivíduo.

Tomar ciência e consciência disso _ 1 corpo e 6 corpos _ é algo estarrecedor!

Se associarmos com, por exemplo, um resultado esportivo, fica estampado que a goleada é inesquecível.
Imagine outras associações e compreenderá, com incrível espanto, essa poderosa diferença.
E que, por conta dessa gigantesca diferença, somos desafiados a realizar essa busca, essa conexão, caso queiramos atravessar, com respeito e disciplina profundas, cada componente de cada um desses Corpos, para que, quando a Centelha Vital Divina, que une 1 e 6 se desfizer, possamos prosseguir com gratidão e compaixão.

Pois mesmo que tenhamos nos despedido desse 1, somos ainda 6!!!!

Fica então o desafio: 
Como fazer para estabelecer e nos relacionarmos com esses outros 6 Corpos que são nossos? Vamos pensar no ciclo anual, que corresponde a 365 dias terrenos... a imagem abaixo serve de conector para nosso exercício diário:

 

Em minha jornada tridimensional, busco encontrar, aprender, compreender e relacionar-me com esse fluído divino, para pulsar Amor

Uma das formas que encontrei, e continuo aqui como eterno aprendiz, é a leitura diária de mensagens de Osho, por meio de um livro (daqueles que vamos colecionado nas cabeceiras da Vida) que me dei de presente em 19/11/2008, dia 322 de 365 do ano.

Já o folheei de todas as maneiras, dia a dia, abrindo ao acaso num dia, de trás prá frente e atualmente absorvo suas mensagens diárias, lendo 2 folhas de cada vez.

Eis que hoje uma delas disse:

“152. SONO
O sono é divino, mais divino do que qualquer outro período. E se você adormecer meditando, a meditação continuará a ressoar nas camadas do inconsciente." 

"Você já notou?
Seja qual for seu último pensamento na noite, ele será seu primeiro pensamento pela manhã. 
Observe-o – o último antes de você cair no sono. 
Você está no limiar – o último pensamento sempre será o primeiro pensamento quando novamente você estiver no limiar, saindo do sono.
É por isso que todas as religiões insistem que as pessoas orem antes de dormir, para que seu último pensamento seja de prece e se aprofunde em seu coração. Por toda a noite ele permanece como um aroma à sua volta – ele preenche seu espaço interior e, quando elas acordam de manhã, de novo estará presente. 
As oito horas de sono podem ser usadas como meditação. 
Hoje em dia as pessoas não têm muito tempo, mas essas oito horas de sono podem ser usadas como tempo de meditação. 
Toda a minha abordagem é que tudo pode ser usado e deveria – mesmo o sono!”  

Simples e difícil!!!
Porém, quanta sabedoria!
Pois, se pretendemos realmente, mudar o mundo em que vivemos, de forma a resultar em melhoria individual, familiar, grupal, social, ambiental e tornar a conexão do Ser Individualizado uma fonte de fluidez divina, uma valiosa dica aí está ;-)


livro: OSHO TODOS OS DIAS
365 meditações diárias - VERUS Editora

Paz, OM, Axé, Namaste, Amém, Syn!

PS: Se gostou, compartilhe com familiares, amigos e nas redes sociais. Se tiver dúvidas ou queira compartilhar suas sensações, deixe seu comentário e conversamos. Syn! Vibro que aprecie muito!

curta.contate.siga.vamos.juntos
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário